24 de julho de 2016

E eu perdoo-te, mesmo sem saberes.

Tens por hábito mentir-me. Tenho noção que foi sempre assim, não é de agora. Só me chateia o facto de gostar tanto de ti e isso, deixa-me incapaz de te enfrentar como faço com todos os outros. Porque sabes? Tenho medo. Sim medo, medo de te perder.


1 comentário: