21 de março de 2017

Sentimentos (ou a falta deles)

Alguma vez chegaram ao ponto de simplesmente deixarem de sentir?
Parece que toda a tristeza e dor deu lugar a um buraco, um vazio enorme.
As lágrimas secaram e o coração fechou-se por completo. E agora? Não sei, parece que nada me move. Simplesmente não consigo sentir nada, quer seja bom ou mau.
Nada me diz que deva continuar aqui. Nada me faz levantar da cama de manhã.
E cheguei até a desejar sentir dor para certificar-me de que ainda estava viva. Sim, desejei-o. E estou, fisicamente... Mas e o resto?
Parece que morri em todos os outros aspetos e talvez fosse melhor se isso tivesse acontecido...
Agora eu sei que não sentir nada é muito pior que sentir toda aquela dor. Porque isto significa que aos poucos fomos desistindo, até chegar a este ponto...

19 de março de 2017

Ele vs Ela

Enchi os pulmões e ganhei coragem. Não conseguia mais estar no mesmo metro quadrado com eles sem saber se aquilo que me tinha chegado aos ouvidos era realmente verdade. Devia ter lhe feito a pergunta a  Ela, mas não consegui.
Ela sabe demasiado o que faz. E fa-lo demasiado bem. Ela, mais do que Ele, sabe com o que lida.
Sinto que quando os nossos olhares se cruzam, automaticamente Ela tem acesso aos meus mil e um pensamentos e eu precisava de estar focada em avaliar o comportamento dela ao responder-me em vez de me preocupar em cortar-lhe o acesso aos meus pensamentos.
Portanto, joguei pelo seguro e foi a Ele que abordei. Ele negou. Justificou que existe algo a que chamam de "sigilo profissional" e que só se Ela trabalhasse lá tinha acesso a tudo, o que não é o caso. Ou isto, ou se tivesse alguém conhecido a trabalhar, mas que também não era o caso.
Acho que acreditei nele, pelo menos não vou tocar mais no assunto.